DESTAQUE:
print this page
Última Postagem:

PT escolhe nome de Ney Amorim como candidato a presidência da Assembleia





os membros do diretório estadual do Partido dos Trabalhadores (PT), se reuniram na manhã desta quinta-feira (22), na sede da legenda, para anunciar o nome do deputado estadual Ney Amorim à presidência da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac).
PT escolhe nome de Ney Amorim como candidato a presidência da AssembleiaA decisão do PT de lançar a candidatura de Ney Amorim foi tomada com base na tradição dos poderes legislativos, de acompanhar a decisão das urnas, cabendo ao partido que elege o maior número de deputados, a presidência da casa. O PT elegeu cinco dos 24 deputados.
Além de ter sido o deputado mais votado com 10.213 votos nas eleições 2014, Amorim é um dos parlamentares mais experientes da atual legislatura. Entrando no terceiro mandato, o petista já ocupou o cargo de primeiro secretário na Mesa Diretora.
O presidente da legenda, Hermicio Sena disse que a decisão de lançar a candidatura surgiu após conversas com o governador Sebastião Viana ( PT) e com os dirigentes dos partidos com representação na Aleac.
Ney Amorim destacou que apesar de o nome dele ter sido cogitado anteriormente para disputa do cargo de presidente, só a partir da apresentação oficial de seu nome, é que ele vai começar a dialogar com os outros 23 deputados.
NEY_01“Esta é uma candidatura construída de forma democrática. O apoio do partido foi unânime, assim como as declarações de apoio de colegas de parlamento. Acredito que poderemos desenvolver um bom trabalho na condução do Poder Legislativo”, diz Amorim.
Os dirigentes do PT anunciaram ainda apoio ao nome do deputado federal Sibá Machado para ocupar a liderança do partido na Câmara dos Deputados. Hermicio Sena acredita que Machado reúna chances reais de ser o líder da presidente Dilma Rousseff.








Ray Melo, da editoria de política de ac24horasraymelo.ac@gmail.com


0 comentários

Estudo revela que Acre está entre os piores lugares para se viver.

Estudo revela que Acre está entre os piores lugares para se viver



   
Com base em três requisitos básicos: coleta de esgoto, acesso à água e a moradia digna, um estudo realizado por uma empresa de consultoria desenvolveu um relatório intitulado “Desafios da Gestão Estadual”, publicado pela Revista Exame, que reuniu dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) para formar o ranking nacional dos melhores e os piores estados do país quando o assunto é condições e qualidade de vida.

Contrariando as políticas públicas locais e porque não assim dizer o slogan adotado pelo governo petista: “Acre, melhor lugar pra se viver”, a teoria é duramente confrontada com a realidade e mostra dados alarmantes.

Quando o assunto é qualidade de vida (saneamento básico) principal requisito para uma vida digna, o Acre ocupa o último lugar do ranking, na 23º posição.

Segundo os dados, apenas 33,44% dos domicílios possuem saneamento básico adequado e 54,63% possuem coleta de esgoto ou fossa séptica, esse índice dá ao Estado o 19º lugar.

Outro requisito importante avaliado foi a coleta de lixo, que revelou uma significativa melhora ao analisarmos em percentuais com 79,71% das moradias assistidas, mas diante do cenário nacional acaba segurando a lanterna, em 21º lugar, os índices mostram que apesar dos esforços ainda tem muito a melhorar.

Petistas_capa_abre

Com relação ao número de residências com rede de abastecimento de água, o percentual chega a 46,76%, chegando a 26º lugar e com relação ao Déficit habitacional novamente, o Acre perde para todos os 23 estado e a Federação (Brasília), ocupando o 24º lugar, com apenas 14,1%. No total, o déficit habitacional do país chega a 9%, esse percentual corresponde a aproximadamente 5,8 milhões de domicílios em condições insalubres, ou precariamente construídos.

Os dados nacionais são alarmantes, mas escondem ainda uma desigualdade regional. Enquanto estados como São Paulo, Distrito Federal, Espírito Santo e Rio de Janeiro aparecem com os melhores índices de saneamento e condições de vida, unidades como Acre, Amapá e Rondônia aparecem na lanterna na maioria dos quesitos.

Os indicadores têm como base as seguintes informações por Estado: Domicílios com saneamento básico adequado, com base na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD)/IBGE – 2013, Domicílios com coleta de esgoto ou fossa séptica, com base na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD)/IBGE – 2013, Domicílios com coleta de lixo, com base na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD)/IBGE – 2013, Domicílios com rede de abastecimento água – Agência Nacional de Águas – 2010 e Aglomerados subnormais -Censo 2010 – IBGE.



Ângela Rodrigues, da redação do ac24horas
22/01/2015 10:19:00


0 comentários

Prefeito Donisete faz sua primeira reunião no gabinete da prefeitura de Acrelândia


Logo após que o prefeito Jonas foi afastado do cargo, no dia seguinte o então agora prefeito Donisete começou os trabalhos no poder executivo.

Como a maquina publica não pode parar, o prefeito fez durante todo o dia de ontem varias reuniões na sede da prefeitura de Acrelândia.

A primeira reunião aconteceu com todos os secretários o objetivo da reunião segundo o prefeito e traçar metas de trabalho e ver de perto quais as principias demandas de cada secretaria.

Segundo o prefeito Donisete a prefeitura não pode parar ele reconhecer as grandes dificuldades que o município passa economicamente e pediu mais calma a população que tudo será resolvido em seu tempo determinado.

Fonte: Blog Adriano Mendes.
0 comentários

Ex Prefeito Tião Bocalom posta nota falando sobre afastamento do Prefeito de Acrelândia.

Nota publicada na pagina do Ex Prefeito de Acrelândia  Tião  Bocalom , onde o mesmo se mostra indignados com  os fatos que vem acontecendo na administração do prefeito afastado de Acrelândia

"Que pena, ver o prefeito de Acrelândia sendo afastado pela justiça por corrupção e desmandos na prefeitura. Nosso município, infelizmente, andou para trás, quando os nossos gestores que foram eleitos longe do PT, resolveram se juntar a eles. Eu fui eleito em 2000 junto deles, porém, me afastei porque nunca compartilhei com coisas erradas. Quem não se lembra daquele município: -Que gerou dez vezes mais empregos que a capital (Rio Branco) entre 2001 e 2005 (fonte - FIRJAN); - Daquele município que os imóveis tinham valor, porque era o município do futuro; Daquele município que tinha poeira, sim, mas a riqueza circulava, a saúde funcionava, os ramais rodavam na sua grande maioria, de inverno a verão, a cidade era livre de lixos e matos, não era um paraíso, mas existia uma esperança de dias melhores, de que tínhamos um futuro brilhante pela frente".





Acrelândia Manchete.
Redação Jhonatas Carvalho
21/01/2015     as 20:36
0 comentários

SÓ PROBLEMAS !Prefeitura de Acrelândia parecia o quartel da Polícia Militar na manhã dessa quarta-feira .Pedido de afastamento do Prefeito Jonas foi feito ano passado.

Só problemas
0809-politica-jonasdafarmacia
Prefeito tem 4 processos por improbidade administrativa
A sede da prefeitura de Acrelândia parecia o quartel da Polícia Militar na manhã dessa quarta-feira (21). Um grupo de PM’s foi convocado pela Justiça do município para evitar que o prefeito Jonas Dales pudesse entrar no prédio, e, ao mesmo tempo, garantir que o vice-prefeito Donisete de Melo pudesse assumir a administração do município.
Na tarde dessa terça-feira (20), a juíza de Acrelândia Maria Rosinete do Reis afastou o prefeito Jonas Dales por 120 dias. Ele é acusado pelo Ministério Público de obstruir o trabalho de investigação do promotor do município, que já representou Jonas Dales em quatro processos de Improbidade Administrativa.
A última ação pedia a condenação do prefeito por deixar de repassar os recursos para o conselho tutelar, levando, inclusive, a entidade a fechar as portas.
Em todos os processos, o prefeito afastado criava entraves para a entrega de documentos e quando os enviava, as informações não eram verdadeiras. Para evitar que Dales atrapalhe as investigações, a Justiça determinou seu afastamento.
Há casos em que servidores públicos denunciaram ao MP que o prefeito afastado fez pressão para que mudasse a verdade de fatos que poderiam incriminá-lo. “No ano passado tínhamos pedido o afastamento. A Justiça achou que ainda não era o momento, mas, agora, não teve jeito”, falou Teotêonio Soares, promotor do município.
No primeiro dia de posse, o prefeito substituto não fez mudanças nas secretarias nem afastou servidores, apenas pediu que os serviços essenciais não parassem. Ele já foi alertado, pela Justiça, que deve colaborar nas investigações. Caso contrário, pode sofrer as mesmas sanções.
“Eu estou pronto a ajudar o MP e a Justiça. Todo documento que pedirem enviarei sem demora. Estou aqui para fazer o melhor para a cidade”, argumentou.


Acrelândia Manchete.
 Jhonatas Carvalho .
0 comentários
 
Traduzido Por : Template Para Blogspot Copyright © 2011. ACRELÂNDIA EM MANCHETE - All Rights Reserved
Proudly powered by Blogger